Contains:  Solar system body or event
Langrenus and Petavius, Two Magnificent Craters, 



    
        

             Astroavani - Avani Soares

Langrenus and Petavius, Two Magnificent Craters

Langrenus and Petavius, Two Magnificent Craters, 



    
        

             Astroavani - Avani Soares

Langrenus and Petavius, Two Magnificent Craters

Equipment

Acquisition details

Resolution: 2500x1109

File size: 2.5 MB

Locations: Observatório Parsec, Canoas, Rio Grande do Sul, Brazil

Data source: Backyard

Description

Taking lunar photography is not just pointing the camera or telescope and shooting away. In lunar photography we also have to know how to choose the exact time to photograph what we want.

See for example the attached photo!

If it were taken when the sun was rising in the east (Langrenus and Petavius ​​are on the eastern edge), it certainly wouldn't do so well. At that time, the Moon would have a very small illuminated region, which causes great contrast and makes it impossible to maintain homogeneous illumination. Another factor is that the Moon at this time is always very low, which makes the seeing generally poor.

The right time to get this place (east limbo) is just after the full moon, when the sun starts to form big shadows in this region, the lighting is more uniform as well as at that time the moon is high in the sky. Likewise, if we were to photograph targets in the western limbo, the right time would be just before the full moon.

Of course, we must know that each moment is unique, each angle of illumination changes the photographed landscape a lot, we can say that even in very similar conditions a photo of the same location will never come out exactly the same as the other, because the different libration movements will make this almost impossible.

The next time you go to photograph the Moon remember, the Moon is like a beautiful maiden, there is always an angle where you will fit her best to get that great shot.

Text: Avani Soares

Fazer fotografia lunar, não é apenas apontar a câmera ou telescópio e sair disparando. Na fotografia lunar também temos que saber escolher a hora exata de fotografar aquilo que queremos.

Veja por exemplo a foto em anexo!

Se ela fosse tirada quando o sol estivesse nascendo a leste (Langrenus e Petavius estão na borda leste), certamente não sairia tão bem. Nessa ocasião, a Lua estaria com uma região iluminada muito pequena, o que causa grande contraste e impossibilita manter uma iluminação homogênea, outro fator, é que a Lua nesse momento está sempre muito baixa, o que faz com que o seeing geralmente seja deficiente.

O momento certo de pegar esse local (limbo leste) é exatamente depois da Lua cheia, quando o sol começa a formar grandes sombras nessa região, a iluminação é mais uniforme bem como nesse momento a Lua se encontra alta no céu. Da mesma forma, se formos fotografar alvos no limbo oeste, o momento certo, seria seria um pouco antes da Lua cheia.

Claro, devemos saber que cada momento é único, cada angulo de iluminação muda muito a paisagem fotografada, podemos afirmar que mesmo em condições muito semelhantes uma foto do mesmo local, nunca irá sair extamente igual a outra até porque os diferentes movimentos de libração irão tornar isso quase impossível.

Da próxima vez que vc for fotografar a Lua lembre-se, a Lua é como uma bela donzela, sempre existe um angulo em que se irá enquadrá-la melhor para obter aquela grande foto.

Texto: Avani Soares

Comments

Histogram

Langrenus and Petavius, Two Magnificent Craters, 



    
        

             Astroavani - Avani Soares